BLOG

  • Portal da Prevenção

10 Dicas: Endocardite

A endocardite é uma infecção do revestimento interno do coração, chamado de endocárdio. A doença acontece quando as bactérias de outra parte do corpo, como os da boca, se espalham pelo sistema sanguíneo, afetando as áreas do coração.


Raramente, a doença ocorre em pessoas com coração normal. Porém, se a pessoa tem algum fator predisponente, há maior probabilidade de desenvolver Endocardite Infecciosa, que é mais frequente em jovens e adultos de meia idade com doença cardíaca reumática ou cardiopatias congênitas .A infecção pode ocorre devido à alta incidência de cáries nos dentes e de doença periodontal (gengivite e periodontite).


As causas de infecção do endocárdio são ocasionados por uma bactéria, mas fungos e outros microrganismos podem desencadear a doença. Os agentes infecciosos entram na corrente sanguínea pela gengiva e dentes não saudáveis, áreas de infecções, intestinos, materiais perfurantes como cateteres e agulhas e procedimentos dentais. Normalmente o sistema imunológico se encarrega de destruir as bactérias e mesmo que elas alcancem o coração, não necessariamente causarão uma infecção. Para que isso aconteça o indivíduo já apresenta algum dano no coração, especialmente nas válvulas, que dão condições para que a endocardite ocorra.


Pessoas com problemas nas válvulas cardíacas, válvulas artificiais no coração, defeitos congênitos, histórico de endocardite anterior, com outros problemas cardíacos, com cáries e problemas nos dentes e gengivas, ou com histórico de uso de drogas injetáveis são mais propensas a desenvolver endocardite.


Para prevenir a doença, listamos abaixo algumas dicas:


  1. Faça uma boa higiene bucal: escove os dentes várias vezes por dia: pela manhã, à noite e depois das refeições. Antes da escovação, não se esqueça de passar o fio dental para retirar restos de alimentos que possam ter ficado retidos e cuja permanência favorece a formação da placa bacteriana. Temos que lembrar que a boca é a porta de entrada do nosso organismo.

  2. Consulte com o dentista a cada 6 meses. ;

  3. Evite procedimentos que podem gerar infecções como tatuagens e piercings.

  4. Troque a escova de dente a cada dois meses.

  5. Evite o consumo excessivo de frutas ácidas, como laranja e limão.

  6. Reduza ao máximo a ingestão de açúcares.

  7. Procure cuidados médicos sempre que tiver algum problema de pele ou corte que infeccionar.

  8. Faça check up anualmente.

  9. Abandone o cigarro: Fumantes correm 70% mais risco de sofrer um infarto em comparação com quem não fuma e estudos mostram que o hábito de fumar é um fator de risco para diversas doenças cardíacas e câncer.

  10. Escolha ter uma alimentação saudável: dê preferência a uma alimentação balanceada, evitando o sódio, gorduras trans e saturadas. Alimentos com fibras, antioxidantes, aliados à prática de exercícios são fundamentais para a saúde do seu coração e do seu corpo como um todo.


Referências bibliográficas:

http://publicacoes.cardiol.br/portal/abc/portugues/2019/v11202/pdf/11202018.pdf

16 visualizações